terça-feira, 18 de julho de 2017

Ponta da Piedade - Lagos









Após vários quilómetros de velocidade intensa, quase me arrisquei a chegar sem luz. Faltavam 10 a 15 minutos para o Sol se pôr, sendo os primeiros minutos para montar o equipamento, instalar-me e começar a criar.
Dos primeiros registos, onde ainda havia vários visitantes, tive que descartá-los, para não ser forçado a fazer aquilo que não gosto.
E, porque não fiz o reconhecimento prévio no local, nem recorri ao The Photographer's Ephemeris,
não tinha percebido que a melhor luz é a do crepúsculo matinal.

domingo, 16 de julho de 2017

Barragem de Santa Luzia




Podia ser o por do Sol, mas infelizmente não é. Este é o resultado dos fumos do fogo que assombrou a região de Pedrogão Grande, Góis, e Pampilhosa da Serra em Junho de 2017. 
O Sol a penetrar nestas nuvens de fumo, fez este efeito, e criou uma luz estranha e amarelada.


Aldeia do Peixe






É daquelas coisas, que quando procuramos encontramos. Foi o que fiz em busca da Aldeia do Peixe no concelho de Benavente. Só que os barcos que procurava já não estavam lá. O proprietário, o velho pescador tinha falecido. A filha do senhor, retirou o barco do local, e outros dois de familiares, para que a sua mãe não estivesse sempre a olhar para o barco.
Já estava decidido a ir embora, quando decidi, apesar de não haver nenhuma nuvem, fazer uns registos, que agora partilho.

sábado, 15 de julho de 2017

Santiago dos Velhos


Sem nuvens, com o moinho virado a sul, o por do Sol foi uma miragem, no entanto a composição foi aquela que eu pretendia, com as linhas condutoras do olhar para o moinho situado num dos terços da fotocomposição. Este é um daqueles locais que terei de voltar num dia de nuvens,  e sem vento.

sábado, 17 de junho de 2017

Tejo em Vila Franca de Xira


Gosto imenso deste quadro, especialmente quando a maré está cheia, e as águas calmas e espelhadas, o que não foi concretamente o que aconteceu neste dia, no entanto consegui estabilizar a água com o filtro ND 0,9. No horizonte usei um GND 0,9 e a clássica cartolina preta durante a longa exposição.
Habitualmente costumo fazer vários registos, com valores de exposição diferentes, filtros diferentes, à medida que a luz vai ficando mais suave e delicada. Também várias exposições com a cartolina preta até conseguir o melhor resultado. Desta vez exagerei um pouco, fiz 70 ficheiros RAW para eleger um registo, este. Estava entretido e absorvido...

domingo, 11 de junho de 2017

Santa Cruz - Torres Vedras







Santa Cruz, é daqueles locais onde vamos e conseguimos vários cenários na mesma hora.
Contudo, neste dia não apliquei um dos meus princípios, que me diz para nunca abandonar o local antes do Sol desaparecer no horizonte, nem como nos 15 minutos depois. Desta vez, quando já não esperava mais nada do céu, e achava que já tinha bons registos, decidi arrumar e ir embora. Já estava a meio das longas escadas da Praia Formosa, quando olho para trás e vejo as nuvens e o céu como nunca visto. Foi um instante, que não me permitiu fazer nada, de nada. Ficou a lição, "nunca abandones o local antes do sol se por.

sábado, 10 de junho de 2017

Palácio Nacional de Mafra


Perspectiva de uma local onde já foi a minha casa durante 4 meses. Sem uma objectiva TS, aproveitei com a minha 16mm aproveitar as linhas condutoras do olhar, para disfarçar distorção do edifício.